domingo, 31 de março de 2013

Por Fim, Felicidade Sem Fim

Dediquei-me completamente ao Dojô até a vinda da Mei, logo após o jantar. De comum acordo perguntamos ao Will se não gostaria de trabalhar conosco. Ele é perfeito para fazer as relações públicas e recepção do lugar. Para a nossa alegria ele aceitou, com isso, antes mesmo da inauguração, toda a cidade estava falando do novo espaço. Contratar meu amigo foi excelente para a divulgação e espero que seu entusiasmo com o empreendimento dure pelos próximos meses.

Algumas celebridades confirmaram sua presença, contudo a grande atração seriam as amigas Sam Petrov, Andrea Montez e Lana Turner. Eu nunca as deixaria de fora da minha lista, embora tenha me assustado quando a Deka anunciou sua mudança, mesmo assim ela aceitou meu convite e veio a Bridge para a abertura oficial. Will estava empolgado com a presença do trio, levou o nome do Dojô Dragão de Fogo para todos os jornais da cidade e até mesmo de fora.

Chegamos ao Dojô e nos admiramos no quão perfeito ficou. Minha amada apesar de toda timidez estava empolgada com a inauguração. Meu amigo entrou em seguida sorrindo de orelha a orelha e explicou:
– Lá fora está lotado de paparazzi, parece que alguém divulgou a boca miúda sobre a presença das divas na inauguração. Até tiraram uma foto minha quando entrei!

Poucos minutos depois me assustei com uma batida na porta dos fundos. Os únicos a trabalharem no Dojô éramos nós três, o barman, já estava a postos na lanchonete, e a massagista. Abri a porta admirado com a presença de três pessoas muito queridas: Eva e Gino, assim como o meu mestre. Eu esperava qualquer coisa da minha amiga maluca, uma surpresa, ou simplesmente uma recusa despreocupada. Contudo não esperava ver o Shang longe de seu povoado.

Estar com meus amigos, Mei e meu mestre, foi com certeza uma alegria inesperada. Nada poderia dar errado na companhia de pessoas tão queridas e amadas. Ainda faltavam alguns minutos para abrir e Eva fez questão de brindar a minha conquista e sucesso. Os abraços foram distribuídos entre todos, além de algumas apresentações. Shang se ofereceu para lutar comigo na demonstração de Kung Fu, poupando minha amada para fechar o evento explicando os primeiros passos da meditação transcendental para os convidados.

Na hora de abrir o Dojô Dragão de Fogo a apreensão e a expectativa invadiram o ambiente. Will ficou a postos na recepção com os folhetos sobre os horários de aulas e meditações guiadas, além de alguns brindes de inauguração. A tensão dentro da recepção chegava a ser palpável. O único ser calmo e sereno era o Shang, mesmo Mei estava intimidada. Uma nova etapa em minha vida começou ao seu lado e eu estou muito ansioso para tudo sair a contento.

Como em uma cidade pequena, a notícia da vinda das divas se espalhou. Em pouco tempo a recepção encheu e levamos os convivas para o tatame aonde ocorreria a primeira apresentação, minha amada quebraria um meteorito na frente da plateia. Quando o casal Montez-Lucca chegou, levei-os diretamente para a sala de meditação, cumpriria minha promessa de apresentar Mei a Andrea.

Eu ainda me pergunto se minha amada é realmente tímida, logo as duas entabularam uma conversa animada sobre os benefícios da meditação. Deixei-as a vontade e caminhei com o Miguel pela sala quando me interpelou:
– Quem vai participar da luta? – sua curiosidade foi saciada quando lhe contei sobre a vinda do Mestre. O sorriso em seu rosto indicava o quanto estava feliz por apreciar tal luta, entre dois campeões.

Ainda estávamos conversando quando Lana adentrou a sala ao lado da Sam. Fiquei feliz por vê-las, se aproximaram da amiga antes de vir me cumprimentar, afinal Deka mora em Sunset e desde sua mudança não se viam. Notei as apresentações ocorrerem soltas e a sobrancelha da minha deusa ruiva subir, em seu gesto característico de soltar alguma frase ácida. Fiquei apreensivo, não escondi meus relacionamentos anteriores, contudo não tenho certeza de como minha amada se sente em relação a um passado tão recente.

Apesar de seu primeiro olhar fosse surpreso, em seguida falou com sua tranquilidade nata, aliviando minha tensão. Ela não é uma boneca de porcelana prestes a se quebrar, sabe se virar sozinha. Quando ouvi a risada sonora das divas, soube que tudo ficaria bem. Quem sabe um dia se tornariam boas amigas? Talvez eu estivesse desejando demais...

Levei o Miguel até o tatame e o apresentei ao meu mestre e deixei os dois conversando empolgados sobre Shang Simla. Fui à recepção e encontrei Will sozinho:
– Acredito que a maior parte dos convidados chegou, bem a tempo da primeira apresentação. Vou ficar aqui e esperar os retardatários.

Voltei para o tatame e as divas estavam acomodadas nas cadeiras da primeira fila, reservadas aos VIPs. Em seguida Mei entrou, pediu a todos silêncio e o público se aquietou. Demorou uns cinco minutos para concentrar o chi necessário e quebrar o bloco a sua frente, partindo-o ao meio como se fosse giz. Quando ela se curvou para os dois lados do tatame, uma salva de palmas e os gritos de surpresa preencheram a sala.

Era a minha vez, com a sua saída, caminhei ao centro do tatame com o Shang. Expliquei aos convidados que a luta seria real, sem qualquer truque ou artifício. Mais uma vez pedi silêncio para a concentração inicial e o ambiente se aquietou. Reverenciei meu Mestre e lutamos de igual para igual. Mal acreditei quando o venci e fui ovacionado pela plateia.

Após o embate, Will encaminhou todos à sala de meditação, aonde Mei aguardava sentada em posição meditativa. Cadeiras estavam posicionadas de frente para ela, assim os participantes não precisaram sentar no tatame e prejudicarem suas belas roupas. Sentei ao seu lado direito e o Mestre ao esquerdo, em seguida ela começou a falar sobre o chi e a respiração. Não sei se todos ali alcançaram o estado meditativo, contudo havia uma paz e tranquilidade palpáveis na sala quando terminamos.

Ao final direcionamos os convidados para o bar, servimos bebidas não alcoólicas e minha amada preparou alguns pratos japoneses, deixando algumas pessoas de boca aberta ao apreciar o espetáculo, antes mesmo de degustar a receita. Cumprimentei alguns conhecidos da escola e até algumas das minhas antigas amigas.

No dia da inauguração, nossa primeira matrícula foi a de Sam Petrov, fomentando novas adesões. Ela é uma aluna muito interessada e incansável. Devo agradecer às divas parte no sucesso do meu novo empreendimento. Eu virei celebridade da noite para o dia e agora o Dojô está repleto de novos alunos. Em breve precisarei encontrar ou preparar novos professores.

Estou vivendo o meu amor por Mei ao máximo. O meu júbilo está espelhado em seus olhos e vivemos finalmente a plenitude de uma vida a dois. Eva volta para Monte Vista no fim de semana e nos intimou a visitá-la em breve. Minha amiga finalmente encontrou a felicidade ao lado do Gino, espero realmente que vivam o “felizes para sempre” dos contos de fadas.

Will pretende treinar dois jovens para a recepção, ele vai apenas supervisionar o trabalho. Está radiante com a confiança depositada nele e principalmente com seu papel de relações públicas. Sua alegria o fez finalmente se dedicar a sua pintura e terminar uma de suas telas! Pretende passar suas próximas férias em Starlight Shore, a procura do seu amor previsto na bola de cristal da bruxa de Sunlit Tides.

Finalmente eu alcancei meus sonhos e anseios, conquistei duas vezes o título de campeão no Grande Circuito e minha amada. Tenho um novo empreendimento de sucesso e estou eufórico com a minha nova profissão. Se um homem pode ser mais feliz? Eu até acredito. Contudo eu nunca imaginei encontrar tanta felicidade em toda minha vida, e ela só está começando...


9 comentários:

  1. Lamarca adorei conhecer a Mei e gostaria muito que quando eu for para Brigdgeport nas horas vagas consiga um horário para ela me ajudar a aprimorar a técnica da meditação. A inauguração foi mesmo um sucesso, parabéns!!
    PS: Estão me devendo uma visita, heim?! Não vou esquecer



    ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela vai adorar te ensinar seja em Bridge ou em Sunlit, gostou muito de vocês três. Obrigado!
      E quando formos vou cobrar a minha massagem!

      Un câlin

      Excluir
  2. OMG!!! Acompanhei cada capítulo sempre a espera do próximo! Eu amei essa última parte, como amei a história toda, mas fiquei boquiaberta quando vi uma pequena palavrinha "Fim".
    Essa com certeza será mais uma historia que estará na minha lista para reler.
    Sério que acabou? Ahh queria mais aventuras do Lamarca.

    Beijossss
    Jessica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jessica,
      Fico feliz que tenha amado as minhas aventuras. Agora com meu próprio negócio vai ficar mais difícil me aventurar por aí, a não ser nas noites de Bridge com a Mei... Por isso não tenho mais aventuras a contar e a palavrinha "Fim" apareceu. Obrigado!

      Un câlin

      Excluir
  3. Amour, sua Mei é mesmo joia rara. Desejo que sejam muito felizes. Quanto ao "boas amigas" talvez... Eu não sei. Não pelo nosso passado, mas pela sensação de sermos tão diferentes... Se bem que quão improvável parece minha amizade com a Sam ou com a Deka... Não dá para prever, não é? Mesmo assim não imagino Mei se largando no meio da pista de dança do moedor em minha companhia...

    Vou sentir saudades...

    Bjusssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado minha deusa ruiva! Se você está aberta acho que acabam superando as diferenças, e são muitas mesmo. Eu me surpreendi quando a levei para o Aquarius... Mas não sei como reagiria na multidão do moedor.

      Besos

      Excluir
  4. Bom, eu sei que perdi muita coisa no blog mas com o pouco que eu li já amei :D
    Parabéns pelo sucesso!

    ResponderExcluir
  5. Indiquei (MLamarca) para receber o premio Liebster Award. Parabéns!

    ResponderExcluir